Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1424 artigos encontrados em Notícias
 
 
Especialista indica cuidados especiais para as grávidas em viagens de férias
 
A gestação não é uma barreira para gestantes que querem viajar. Com alguns cuidados é possível se divertir com a família em qualquer lugar.
 
O verão é uma das épocas mais esperadas no Brasil. Muitas famílias aproveitam o período das férias escolares para arrumar as malas e partir em viagem. Mas antes de colocar os pés na estrada, é preciso estar atento aos cuidados com a saúde. As grávidas devem redobrar a atenção. As gestantes podem viajar, mas é muito importante consultar um obstetra para uma avaliação do estado de saúde da mãe e do bebê.

Quanto ao deslocamento, tanto de carro quanto de avião, é importante que durante a viagem as grávidas se levantem, pelo menos, a cada duas horas para caminhar um pouco e movimentar os pés. Segundo a especialista, essa movimentação é fundamental. O retorno venoso das gestantes é mais lento. Ficar muito tempo sentada aumenta o inchaço o que favorece a formação de trombos. É importante usar meias elásticas de compressão, elas auxiliam na circulação sanguínea e ajudam a prevenir a trombose, um problema ao qual as gestantes estão mais vulneráveis.

O uso do repelente tornou-se algo essencial para todas as grávidas, pois fazem parte dos cuidados contra zika, chikungunya, dengue e febre amarela. Além do repelente, o uso frequente de protetor solar e hidratante para a pele são fundamentais. Caso a mulher se molhe, seja suando muito, tomando banho, entrando no mar ou piscina, ela deve reaplicar, pois o efeito é perdido.

Para fugir de transtornos na viagem e riscos para a gestação, as grávidas devem evitar experimentar alimentos muito diferentes daqueles a que estão habituadas para não ter dificuldades na digestão. Seu estômago está mais sensível, e o sistema digestivo mais lento. Então, é aconselhável que comam alimentos bem cozidos, as frutas e verduras devem ser bem lavadas e evitem alimentos crus e gordurosos. A hidratação também é muito importante. A água deve ser potável e o consumo frequente.

Dra. Fernanda Torino - Obstetra da Maternidade Brasília
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.