Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1501 artigos encontrados em Notícias
 
 
Câncer: alimentos que contribuem na prevenção e também no surgimento dele
 
No Dia Nacional da Saúde, 5 de agosto, a Neolife Bem-Estar chama a atenção para uma dieta equilibrada e lista os principais alimentos para adicionar e  também para excluir de vez do seu dia a dia.

Existe a falsa percepção de que o câncer é uma doença exclusivamente genética. Mas, já é comprovado que existem outros fatores que contribuem para o seu desenvolvimento, inclusive, aspectos externos como poluição, sobrepeso, estresse e alimentação inadequada.

Em vista disso, alguns cuidados são essenciais. Práticas saudáveis e uma dieta equilibrada são importantes e ajudam na prevenção de doenças, especialmente câncer. É necessário proteger as células das agressões externas que contribuem no desenvolvimento de doenças, ou, até mesmo, reparar os danos no DNA que podem ter ocorrido ao longo do tempo.

Existem muitos estudos que comprovam que uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes, grãos integrais e carnes magras, todos orgânicos, auxiliam na prevenção do câncer. Além disso, uma dieta equilibrada contribui para a manutenção do peso ideal, tornando também um fator importante de proteção, já que muitos tipos de câncer estão associados com o sobrepeso e a obesidade.

Segundo o INCA, Instituto Nacional de Câncer, uma alimentação saudável pode prevenir de 3 a 4 milhões de casos novos de câncer a cada ano no mundo.

Outro ponto importante é que o consumo de alguns alimentos contribui na proteção e renovação celular de órgãos específicos, ajudando mais a diminuir o risco de determinados tipos de câncer do que outros. É o caso, por exemplo, do câncer de intestino. O consumo regular de alimentos integrais, que contêm fibras, de vegetais e de leite e seus derivados – na versão magra, ou seja, desnatados - ricos em cálcio, auxiliam no bom funcionamento intestinal, contribuindo na prevenção da doença.  Já as frutas cítricas ricas em vitamina C estão relacionadas com a prevenção do câncer de estômago. E frutas e hortaliças abundantes em fibras e antioxidantes atuam na prevenção do câncer de boca, esôfago e pulmão.

Mas, de uma forma geral, uma dieta saudável e variada oferece uma forte proteção em todos os sentidos.  Os antioxidantes, por exemplo, são essenciais no combate de qualquer tipo de câncer. Essas substâncias combatem os radicais livres, protegem as células de fatores externos e impedem a multiplicação descontrolada de células anormais.  Contudo, é preciso encontrar esses componentes na alimentação. A suplementação de vitaminas e minerais precisa de muita cautela e deve ser feita apenas se o médico ou nutricionista recomendar.

Em outros casos, o consumo de alimentos pode ter um efeito contrário, auxiliando no surgimento do câncer.  Por isso, conhecer os alimentos e seus componentes é essencial. A ingestão excessiva de carne vermelha – acima de 500 gramas por semana – e de qualquer quantidade de carne processada – já que não existe uma recomendação segura -, são facilitadores para o aparecimento de todos os  tipos de câncer, especialmente o câncer de mama e próstata. Já o consumo de sal e alimentos ricos em sódio como enlatados, em conserva, embutidos e congelados favorece o desenvolvimento do câncer de estômago.

Fonte
Dra. Thais Miola - Nutricionista da clínica Neolife Bem-Estar e Nutricionista Coordenadora Clínica do A. C. Camargo Câncer Center. Mestre em Ciências na área de Oncologia pela FAP. Especialista em Nutrição Clínica pela Faculdade CBES. Aprimoramento em Nutrição Oncológica pela FAP. Graduada em Nutrição pela Universidade Metodista de São Paulo.
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.