Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1509 artigos encontrados em Notícias
 
 
A mudança de cor como sinal de alerta
 
Cor da urina revela desidratação e até mesmo outras doenças.

Muita gente nem imagina, mas a cor da urina pode dizer muito sobre a nossa saúde. A cor, o aspecto e o cheiro da urina merecem atenção e podem trazer informações importantes sobre o organismo. É possível, por exemplo, saber se uma pessoa está com infecção, desidratada ou até mesmo com alguma doença mais grave. As cores amarelo escuro, âmbar ou mel, por exemplo, podem indicar desidratação.
A quantidade de água ingerida durante o dia tem relação direta com a concentração urinária. Se a pessoa bebe pouca água, a urina fica mais escura, o que pode indicar desidratação, e quando a ingestão é correta, a urina fica bem diluída, com a cor amarela clara. Entre as cores que podem indicar algum problema de saúde, estão a laranja, acastanhada, verde e até mesmo vermelha.  A urina mais avermelhada pode indicar doença no trato urinário como cálculos ou tumores, localizados nos rins, ureteres, bexiga e uretra.

A urina saudável deve ser amarela clara, quase transparente, sem cheiro, com o mínimo de espuma e não deve causar qualquer dor ou desconforto ao urinar. A recomendação é que as pessoas bebam em média dois litros de água por dia. Além de hidratar o organismo, o hábito evita complicações, como a infecção urinária, e formação de cálculos urinários. Quando bebemos pouca água, nossa urina concentra e os riscos aparecem. Porém, deve-se cuidar para não beber água abusivamente, pois mesmo o excesso faz mal. Também é importante ir ao banheiro quantas vezes for necessário.  O hábito feminino de evitar qualquer banheiro e permanecer horas com a bexiga cheia é desaconselhável e aumenta o risco de infecção urinária.

Cheiro e mudança da cor

Além do aspecto da cor outro ponto a ser observado é o cheiro. A urina com cheiro está associada a infecção do trato urinário. Também é importante observar se apresenta mais espuma do que o habitual, o que pode traduzir a presença de perda proteica e uma doença renal. A urina leitosa também pode significar infecção. A mudança da cor da urina pode indicar que algo não vai bem, não é motivo para se desesperar. Algumas condições podem mudar a cor, como a ingestão de alguns medicamentos que contém vitamina B, suplementos vitamínicos, e drágeas com corantes, cuja eliminação é urinária. Também há alterações na cor quando consumidos alguns alimentos, como cenoura, beterraba e amora. Na dúvida, é sempre importante consultar um especialista.
 
Qual é a sua cor?

Transparente: Quando bebe muito água, talvez até em exagero.
Amarelo palha muito claro: Normal
Amarelo Transparente: Normal
Amarelo Escuro: Normal, mais precisa beber mais água
Âmbar ou mel: Indica desidratação, deve-se beber mais água.
Espuma Efervescente: Pode indicar excesso de proteína na dieta ou problema renal.
Laranja: Pode ser falta de água, ou por causa do pigmento da comida. Se persistir pode ser problema no fígado ou vesícula.
Rosada|Avermelhada: Pode ser da comida. Se persistir, pode ser problema do fígado, vesícula, rim, próstata, infecção ou tumor.
Acastanhada: Indica desidratação severa ou problema de fígado.
Azulado ou esverdeado: Pode ser da comida, medicação, ou infecção bacteriana.

Na dúvida recomendamos sempre procurar um medico para exame de urina.

Fonte
Dra. Fabiana Contieri - Médica nefrologista do Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG).
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.