Esqueceu sua senha?
 
 
 
 
Busca Avançada
 
 
 
Receba as notícias da
Nutrição em Pauta
em seu e-mail
 
 
 1489 artigos encontrados em Notícias
 
 
Pâncreas: cinco sintomas que podem revelar um câncer
 
O pâncreas é um órgão que se localiza no interior do abdome, abaixo do estômago e à frente da coluna vertebral, em íntimo contato com o intestino delgado. É considerado um dos órgãos mais importantes do nosso organismo pela sua função na produção de enzimas digestivas e hormônios. Conhecê-lo a fundo e entender melhor os sintomas de mau funcionamento é essencial para o diagnóstico precoce de condições que podem desencadear graves riscos à saúde, inclusive o surgimento do câncer.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), os tumores de pâncreas representam 2% de todos os tipos da doença registrados no Brasil - estima-se que o país tenha mais de 8 mil novos casos a cada ano -, sendo ele mais prevalente entre a população acima de 60 anos. Apesar da baixa incidência, esse é um tipo de tumor que avança rapidamente, por isso a atenção aos sintomas é essencial para identificar a doença no início.

A principal dificuldade para a detecção da neoplasia ainda em estágio inicial é que, na maioria das vezes os sintomas do câncer de pâncreas são inespecíficos como perda de apetite e de peso, náuseas, má digestão e dor abdominal. Sintomas acabam sendo ignorados ou confundidos com consequências do estresse e do cansaço do dia a dia.

Pelo fato de ser um tumor de crescimento rápido e de difícil detecção, o câncer de pâncreas é considerado um dos mais graves. Por isso, é recomendável que diante de sintomas suspeitos a pessoa procure um especialista, pois quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de um tratamento curativo.
Confira abaixo cinco sinais destacados pelo oncologista que podem servir de alerta:
1- Perda de peso: Perda de dois quilos ou mais por mês, sem causa explicada, deve ser um sinal de alerta e um médico deve ser consultado. Geralmente, redução do apetite e fadiga crônica acompanham a perda de peso.
2- Dor abdominal e nas costas: Esses são os sintomas mais comuns em casos de câncer de pâncreas. A dor pode ser na região epigástrica ou lombar a depender da localização do tumor, se é na cabeça, corpo ou cauda do pâncreas. Isso porque, quando o tumor começa a crescer, pode comprimir os órgãos vizinhos, causando as dores.
3- Icterícia: É a presença de uma cor amarelada na pele, mucosas e/ou nos olhos, conhecida como icterícia. A principal causa da icterícia no câncer de pâncreas é a compressão das vias biliares e geralmente está relacionada com os tumores de cabeça do pâncreas. É importante lembrar que existem outras causas para icterícia, além do câncer de pâncreas, tais como: hepatite, cálculos biliares e outras doenças.
4- Fadiga: A presença da queda dos níveis de energia para as atividades diárias habituais é uma queixa comum nos pacientes recém diagnosticados com câncer de pâncreas.
5-Depressão: Muitos pacientes referem que experimentaram mudanças de humor (depressão, ansiedade) antes de serem diagnosticados com câncer de pâncreas. Depressão pode muitas vezes ser um dos sinais iniciais do câncer de pâncreas. Portanto, um paciente que apresente depressão acompanhada de outros sintomas (dor, perda de peso, redução do apetite) deve ser investigado para possíveis causas de câncer.

É importante ressaltar que estes sinais não são necessariamente derivados do câncer de pâncreas. Todavia, a recomendação é de que na presença destes sintomas um médico deverá ser consultado.

Fonte
Dr. Felipe Ades -  Oncologista do Centro Paulista de Oncologia CPO, unidade São Paulo do Grupo Oncoclínicas (www.grupooncoclinicas.com.)
 
 
 
 
 

 
Nossos Patrocinadores
   
 
© Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.